A DENGUE MATA! O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO PARA EVITA-LA?

É no lixo acumulado, na água parada, que vive o mosquito Aedes egypti com a ameaça do vírus que pode transmitir dengue, febre chikunguya e zika.
A boa notícia é que a partir de agora o teste rápido, que dá o resultado em meia hora, deverá ser coberto, obrigatoriamente, pelos planos de saúde.  Os resultados dos testes tradicionais demoram uma semana para ficarem prontos. E os dois, só vão diagnosticar a dengue e a febre chikunguya, por enquanto o zika vírus não está incluído.

A Associação Brasileira de Medicina de Grupo acredita que é um gasto que deverá ser compensado por uma economia mais para frente.

Além desses testes rápidos, outros 20 procedimentos foram incluídos nas coberturas obrigatórias dos planos de saúde. Entre eles:

– Implante para deficiência auditiva.
– Dois tipos de implantes cardíacos: um deles é uma espécie de marca-passo que evita a morte súbita.
– Tratamento para incontinência urinária.
– Tratamento para doenças inflamatórias e reumatológicas.
– Medicamento oral para o tratamento do câncer de próstata.

Para os especialistas, ficaram de fora da lista dois procedimentos muito importantes: os medicamentos para tratamento da hepatite C e a radioterapia menos tóxica para pacientes com câncer de próstata. Os dois tratamentos estão no SUS, mas quem tem plano de saúde só conseguiu depois de entrar na justiça.

Os planos regulamentados pela agência são aqueles planos contratados a partir de 2 de janeiro de 1999, porque a regulação da saúde suplementar começou em 1998.